9 erros no Google Ads: Cuidado para não cometê-los

0
9 erros no Google Ads: Cuidado para não cometê-los
Crie o seu Negócio Próprio


Separamos 9 erros no Google Ads que estão acabando com o desempenho de suas campanhas. 

Se você atua com marketing digital, são grandes as chances de que o Google Ads faça parte de sua estratégia em algum momento. Por ser uma poderosa ferramenta de geração de demanda e acessível à grande parte das empresas (você pode começar a anunciar com pouquíssima verba), o Google Ads se tornou fundamental para a geração de resultados para muitos negócios.

Até aí, nenhuma novidade, certo? O problema é que existem alguns erros cometidos, principalmente por iniciantes, que podem impactar negativamente os seus resultados. Portanto, é bom prestar atenção à esta lista abaixo para entender se você está no caminho certo (ou não). Vamos a eles?

1. Não fazer uma pesquisa de palavras-chave

Este é um erro no Google Ads muito comum cometido por iniciantes. Quando as pessoas dão seus primeiros passos na plataforma, é comum haja uma ansiedade por colocar as campanhas no ar para começar a ter resultados. E nada errado aqui. O problema passa a ser quando as pessoas pulam etapas importantes no processo de criação de campanhas.

Um dos principais erros no Google Ads é não fazer uma pesquisa de palavras-chave e tirar “tudo da cabeça” quando for inserir as palavras-chave numa campanha para a Rede de Pesquisa, por exemplo. Isso fará você sub aproveitar a plataforma.

E por que? Lembre-se: o Google é um grande banco de dados de intenções, ou seja, diariamente as pessoas pesquisam ali por suas necessidades, desejos, dúvidas, etc. Portanto, existem muitas variáveis possíveis relacionadas a um mesmo tipo de busca. E, o mais incrível disso tudo é que o Google nos disponibiliza esse banco de dados de buscas gratuitamente, então é nosso dever usar!

Como? Utilizando uma ferramenta chamada Planejador de Palavras-chave. Quer aprender o passo a passo de como fazer isso? Então confira nessa aula abaixo:

Esta aula acima faz parte de nosso Curso de SEO Gratuito, inscreva-se para saber mais!

2. Não testar Estratégias de Lances Inteligentes 

O Google investe pesado em inteligência artificial no Google Ads, sobretudo no aprendizado de máquina (machine learning). Isso é cada vez mais presente na plataforma e é muito utilizado em algumas estratégias de lances. Essa mistura de estratégia de lances com aprendizado de máquina é chamado de “lances inteligentes” na ferramenta.

E como funciona isso na prática?

Com os lances inteligentes você não estipula mais o quanto vai pagar por clique, como num lance manual, por exemplo. O Google passa a dar lances automáticos e para ser mais assertivo, passa a utlizar vários sinais: Dia, Hora do Dia, localização do usuário, histórico de buscas, comportamento dos usuários e muitos outros (ninguém sabe ao certo todo os sinais).

Neste caso, o ideal é utilizar estratégia de lances inteligentes somente após ter obtido um bom histórico de conversões, para que o aprendizado de máquina possa realizar melhor seu trabalho de otimização.

Um erro no Google Ads que iniciantes cometem é utilizar apenas lances manuais. E é compreensível, pois, aparentemente é possível ter mais controle, certo? No entanto, a máquina é muito melhor que nós, seres humanos, para analisar grandes quantidades de dados e esse tipo de lances tendem a funcionar melhor no médio prazo (melhora o ROAS e o ROI).

Duas estratégias de lances inteligentes no Google Ads são:

  • Maximizar Conversões
  • CPA Desejado (Custo por ação desejado)

Portanto, se você só utiliza lances manuais, considere testar uma ou mais estratégia de lances inteligentes.

3. Criar um único conjunto de anúncios para vários produtos/necessidades diferentes

Aqui novamente temos outro erro no Google Ads muito cometido por iniciantes: Inserir vários produtos ou serviços dentro de um único conjunto de anúncios. Para obter melhores resultados na plataforma é necessário organizar muito bem sua conta e suas campanhas de acordo com objetivos e necessidades específicas.

Portanto, separe campanhas e grupos de anúncios diferentes para diferentes necessidades. Cada interesse ou produto/serviço deve estar separados em diferentes Grupos de Anúncios.

Vamos a um exemplo. Imagine que a Mirago vá fazer uma campanha no Google Ads para divulgar seus diferentes cursos de marketing digital. Como seria uma das possíveis boas práticas de organizar isso?

Campanha: Cursos de Marketing Digital

  • Grupo de Anúncio 1: Curso de SEO
  • Grupo de Anúncio 2: Curso de WordPress
  • Grupo de Anúncio 3: Curso de Mídias Sociais
  • Grupo de Anúncio 4: Curso de Facebook e Instagram Ads

Ao separar seus grupos de anúncios por tipos de produtos (e intenções de busca), você estará aumentando a qualidade de suas campanhas. Pense no usuário: Se ele procurar pela palavra-chave “curso de seo” no Google, o anúncio do Grupo de Anúncio 1 poderia aparecer atendendo exatamente a intenção de busca daquele usuário. Ao fazer isso, o Índice de Qualidade de suas campanhas tende a melhorar e seus lances passam a ser mais competitivos no leilão do Google Ads.

4. Criar um único anúncio por grupo de anúncios

Este 4º erro no Google Ads é bem comum, principalmente para os iniciantes.

Ao criar apenas um anúncio para cada conjunto de anúncios na rede de pesquisa, na prática, você diminui o potencial de desempenho de suas campanhas pois você poderia fazer testes e escolher as melhores opções. Esta é uma das grandes vantagens do marketing digital, inclusive: testar e validar as melhores hipóteses.

Como você vai saber se seu anúncio está trazendo bons resultados se não existem parâmetros para você comparar? 

Aqui vão 3 dicas para aumentar as chances de acertar.

  • 1-) Em cada grupo de anúncio, crie pelo menos 3 anúncios. Esta é o mínimo que você precisa para ter alguma base de comparação.
  • 2-) Utilize a opção de anúncio responsivo (insira vários títulos e descrições ao criar um anúncio e, com o tempo, o Google Ads testará automaticamente diferentes combinações e saberá quais apresentam melhor desempenho).
  • 3-) Depois de um tempo, verifique o desempenho de cada anúncio e otimize com base nos que tiveram a melhor performance. Você pode pausar os piores anúncios e criar novos para continuar testando com o tempo. É um trabalho contínuo.

A regra aqui é testar. Teste, teste e mais teste. Até você chegar nos melhores resultados. 

5. Não utilizar extensões de anúncios

Este erro no Google Ads já foi mais comum no passado, mas ainda muita gente erra aqui. As extensões de anúncio, como o próprio nome já diz, são elementos que você insere na campanha que ajudam a descrever e exibir mais detalhes de seu anúncio para o público.

As extensões de anúncio desempenham um papel fundamental no Índice de Qualidade, que é o principal fator no ranqueamento dos anúncios na plataforma.

Não deixe de utilizar as extensões de anúncio caso queira ter melhores resultados.

Aqui vão algumas dicas para suas extensões:

  • Se você possui uma Loja com um um endereço físico, por exemplo, então você deve adicionar adicionar a extensão de local com o endereço da sua empresa.
  • Se você trabalha numa empresa de serviços, por exemplo, muito provavelmente seu seu foco é receber chamadas, então adicione o seu telefone nas extensões de chamada.
  • Na extensão de sitelinks escolha URLs relevantes do seu site sempre com o foco em conversão. 
  • Se sua empresa tiver um aplicativo, adicione na extensão de aplicativo o app de sua empresa. (somente fique atento ao Sistema operacional)
  • Adicione a extensão de imagens para inserir imagens sobre seus produtos ou serviços (se fizer sentido para seu contexto).
  • Se você está divulgando um produto ou serviço com preço fixo, pode adicionar uma extensão de preço e divulgar já no anúncio o seu preço.

E assim por diante. Existem outra extensões importantes que você deve avaliar se faz sentido para seu negócio.

Uma outra extensão de anúncios que vale testar a depender do contexto é a extensão de formulário de lead (seu objetivo é incentivar as pessoas a deixarem um contato diretamente por meio de seu anúncio no Google – sem precisar visitar um site externo para isso). Se você trabalha com geração de leads, vale a pena testar esta opção.

6. Não inserir e revisar palavras-chave negativas

Engana-se quem pensa que depois que a campanha vai para o ar o trabalho está pronto. Na verdade ele está apenas começando (e aqui é outro erro no Google Ads bastante comum).

Um dos principais objetivos da pessoa que irá trabalhar com tráfego pago é entregar o melhor retorno possível do investimento e, para isso, é necessário que seja realizado um trabalho de otimização constante das campanhas no Google Ads.

Uma destas otimizações importantes é a negativação de palavras-chave irrelevantes para o negócio. Ao não utilizar palavras-chave negativas em suas campanhas, seu anúncio pode estar aparecendo para buscas não relacionadas ao seu negócio.

E a triste realidade é que você pode perder muito dinheiro com isso.

E como fazer isso na prática?

  1. No início, verifique todos os dias os Termos de Pesquisa 

Há um relatório na área de palavras-chave do Google Ads chamado Termos de Pesquisa. Este relatório vai te mostrar quais foram as palavras-chave reais utilizadas pelos usuários e que foram responsáveis por acionar seus anúncios.

É uma boa prática estar sempre de olho neste relatório, sobretudo no início, ao lançar uma nova campanha, esta frequência deve ser ainda maior. É por meio deste relatório que você poderá negativar palavras que não fazem sentido para o seu contexto.

Vamos a um exemplo prático:

Suponha que a Mirago esteja anunciando em uma campanha, sua Imersão Marketing Digital Expert, um curso que acontece 100% online.

Ao ver os relatório de Termos de Pesquisa utilizado pelos usuários, notamos que alguns termos acionaram os anúncios, como:

  • Curso de marketing Digital Grátis
  • Marketing Digital Curso Gratuito
  • Curso de Marketing Presencial

Neste caso, uma otimização seria negativar as palavras:

  • grátis
  • gratuito
  • presencial

Estas palavras não fazem sentido para o meu contexto, já que estou divulgando um curso que é pago e que não é presencial. Este é um exemplo bastante simples para você entender a lógica. O importante é adaptar para o seu negócio.

Utilizar palavras-chave negativas é muito recomendado, no entanto, é preciso fazer com cuidado pra que você não perca dinheiro de nenhum dos lados (nem por não inserir palavras-chave negativas ou inserir poucas delas ou também por inserir muitas delas – e limitar muito seu tráfego nas campanhas).

7. Não monitorar conversões

Apesar de básico, este erro no Google Ads infelizmente é comum em iniciantes. Se você investe mas não consegue medir o retorno deste investimento, então há grandes chances de você estar perdendo dinheiro, certo?

Um dos principais objetivos em campanhas no Google é fazer visitantes realizarem alguma ação (seja enviar um formulário, fazer uma ligação, lerem algum artigo, etc). Se você não mede estas ações, então você está no escuro.

Alguns dos sintomas que você não está medindo suas conversões corretamente:

  • você não faz idéia de quais palavras-chave estão convertendo mais;
  • quais tipos de anúncios são os mais rentáveis;
  • quais dias e horários da semana com mais conversões;

A boa notícia é que para corrigir isso é fácil. 

Basta inserir no seu site o código de acompanhamento do Google e configurar corretamente as conversões. 

Se você já tem um Google Analytics no seu site, basta integrá-lo com o Google Ads e importar as conversões pra lá. Nós temos um artigo com um resumo de como fazer isso. Além disso, para facilitar, trouxemos um vídeo do passo a passo para você criar novas conversões no seu Google Analytics, confira!

8. Direcionar os anúncios para a Home do site 

Outro erro no Google Ads bem comum é direcionar seus anúncios para a Home de seu Site. Você pode estar pensando agora: “Bem, mas qual é o problema disso?”

O problema é a falta de direcionamento claro. Imagine que sua empresa oferece 3 tipos de serviço diferentes. Vamos pegar um exemplo de um Buffet para Eventos. O buffet oferece 3 tipos de eventos principais:

  • Casamentos
  • Debutantes
  • Corporativos

Na Home do site a empresa divulga todos os tipos de serviços, mas numa campanha específica de casamento no Google Ads, faria muito mais sentido que o usuário seja direcionado para uma página específica deste tipo de serviço, certo? Caso contrário, você tem alguns problemas:

  • O usuário não encontra logo de cara a informação que gostaria;
  • Faz o usuário dar mais cliques que deveria para encontrar o serviço adequado;
  • Essa frustração pode aumentar a taxa de abandono de seu site, diminuindo sua taxa de conversão;
  • Tudo isso faz seu retorno sobre o investimento cair consideravelmente.

A boa notícia novamente é que é muito simples corrigir isso: direcione o usuário para a página do produto/serviço que você está oferecendo.

Ex. No caso da Mirago: Se eu estou anunciando um curso de Google Ads, a pessoa deve ser direcionada para a página do curso de Google Ads e não na Home do site, onde verá dezenas de outros cursos. É óbvio e básico, mas ainda hoje empresas erram nisso.

9. Misturar Campanhas de Pesquisa e Display numa mesma Campanha

Não faça isso. Você deve entender que a Rede de Pesquisa e a Rede de Display do Google funcionam de maneiras diferentes e vão ter uma análise de métricas diferente.

Por exemplo: ao analisarmos a taxa de cliques de uma campanha (CTR), haverá uma grande discrepância se analisarmos os dados da Rede de Pesquisa e da Rede de Display. No primeiro caso é esperado um CTR maior, já que as pessoas estão ativamente procurando por aquela solução no Google. Já no caso da Rede de Display, isso não acontece (são banners que você vê em sites de terceiros, por exemplo), portanto, o CTR tende a ser bem menor.

Evite fazer isso pois você terá dificuldade de analisar os resultados e terá seu retorno sobre o investimento prejudicado.   

Conclusão sobre erros no Google Ads

Estas são alguns erros no Google Ads comuns que iniciantes cometem. São apenas alguns deles, mas poderia citar vários outros que infelizmente vemos acontecer com frequência.

O que você achou? Está cometendo algum deles ou suas campanhas não caíram em nenhum deles?

Gostaria de deixar uma dica final para você que se interessa por marketing digital e Google Ads:

Se você está iniciando neste universo do Marketing Digital, recomendo que faça nosso Curso de Marketing Digital Gratuito para Iniciantes.

Curso de Marketing Digital Gratuito para Iniciantes

Além disso, se deseja ter mais resultados com suas campanhas no Google, confira nossos Curso de Google Ads Rede de Pesquisa e Curso de Google Ads Rede de Display.

Comece aqui a sua Carreira Digital de Sucesso

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA