É revoltante a forma passiva como o brasileiro se comporta diante do abuso dos preços de produtos comercializados, principalmente os sazonais, como é o caso dos chocolates nas vésperas do feriado de páscoa.

Post publicado no Facebook mostra o abuso dos preços no Brasil
Post publicado no Facebook mostra o abuso dos preços no Brasil

O brasileiro Luciano Dias, de 35 anos, publicou uma imagem que está dando o que falar nas redes sociais: ovos de Páscoa da Garoto são vendidos a 1,99 dólar em um supermercado de Boston, nos Estados Unidos. Mesmo com a alta da moeda, o custo é de cerca de R$ 8 pelo produto de 215g, que sai por aproximadamente R$ 30 nas lojas brasileiras. Isso quer dizer que, por lá, o chocolate fabricado no Brasil está 73% mais barato. A foto que Luciano postou foi compartilhada mais de 34 mil vezes no Facebook até o dia 25 (ontem), além dos comentários revoltados sobre o absurdo no Brasil.

— Estou assustado. Pessoas do mundo todo estão mandando fotos de ovos de Páscoa. No Brasil, tudo tem muitos impostos. Aqui em Orlando, a gasolina custa 45 centavos por litro — explica o produtor de TV, que mora na Europa, mas está passando dois anos em Orlando, nos Estados Unidos, para estudar.

 

garoto-ovos-pascoa-eua-3Outro flagra publicado pelo paulista de Jundiaí foi o anúncio de Ovos de Páscoa Kinder Ovo por 2,50 dólares (cerca de R$ 10), 81% mais barato do que nos supermercados brasileiros, onde o chocolate é encontrado por um preço médio de R$ 54,99.

Procuradas, cada uma das empresas se defendem. Confira as notas na íntegra:

“A Chocolates Garoto informa que este item, ovo de páscoa Garoto 215g ,não foi produzido para a campanha de 2016, conforme o registrado na foto. A companhia não comercializa seus produtos diretamente para o consumidor e sim para estabelecimentos parceiros, sendo assim não interfere no preço praticado por eles. A Chocolates Garoto entende que cada ponto de venda possui autonomia e critérios próprios para definir seus preços, inclusive com liberdade para oferecer promoções durante e pós Páscoa. Além disso, o preço de cada estabelecimento é definido com base em diversos fatores, entre eles a carga tributária aplicada em cada país.”

“Kinder é uma marca desenvolvida para as crianças, preocupada não somente em oferecer delicias pensadas para as suas exigências, como também construir uma relação de confiança com os pais. Kinder tem como prática seguir o posicionamento de preço de seus produtos acompanhando as características de mercado de cada país.”

Tenha santa paciência!
Já passamos da hora de toda a nação promover um boicote a este tipo de abuso!Se toda a população se unisse e deixasse o produto com preço abusivo nas prateleiras, as empresas seriam obrigadas a reduzir os preços e consequentemente este tipo de situação tenderia a acabar. Fica a dica!

Fonte: Facebook

Leave a comment