Crie o seu Negócio Próprio

Os professores reinvindicam 11%, mas a  prefeitura só ofereceu 9%. Com isso quem sofre são os estudantes, que estão tendo apenas duas horas de aula por dia.

A operação tartaruga, reduzindo o tempo de aula nas escolas, começou no dia 15 de junho e não tem prazo para terminar. Os professores querem ainda o reajuste do plano de carreira dos aposentados e mais horas de planejamento de aulas.

A situação causa transtorno para as famílias. Às 8h40 da manhã, o portão de um centro educacional infantil de Hélio Ferraz ainda estava trancado, porque a aula não havia começado.

O sindicato diz que o reajuste oferecido pela prefeitura do município não está de acordo com a lei. A prefeitura, por outro lado, nega que esteja descumprindo lei e alega que não é possível reajustar o salário em mais de 9%.

Comece aqui a sua Carreira Digital de Sucesso

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA