Às 19h18, o candidato do PSL foi considerado matematicamente eleito com 55,54% dos votos válidos, quando 94,44% das urnas estavam apuradas.

Neste domingo, 28, o Brasil elegeu Jair Bolsonaro o oitavo presidente brasileiro desde o fim da ditadura militar. O candidato do PSL foi eleito com mais de 55% dos votos válidos. Apoiadores fazem festa no Rio de Janeiro, na Avenida Paulista, e em várias capitais e cidades brasiuleiras. Na Avenida Paulista, houveram distúrbios de manifestantes contrários, mas foram contidos. Em um breve discurso no Facebook, Bolsonaro afirmou que o Brasil não poderia continuar flertando “com o socialismo, o comunismo, o populismo e o extremismo da esquerda”. E garantiu que todos os compromissos assumidos serão cumpridos com as mais variadas bancadas.

No gráfico abaixo temos o resultado matemático do Pleito.

Como era esperado, o candidato derrotado à Presidência, Fernando Haddad, registrou os seus melhores resultados no Nordeste. Sem que ainda todas as urnas fossem computadas, o petista marca 72,41% dos votos válidos na Bahia. No Maranhão, ele teve 71,94% dos votos e no Piauí, 76,70%. Em Pernambuco, Haddad venceu com uma margem um pouco menor: tem 66,45% dos votos válidos.

Nunca uma eleição havia provocado tanta angústia, medo e raiva, com uma violência que atingiu o próprio candidato. Ele quase perdeu a vida após o ataque com faca que lhe furou o intestino em um ato de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais no dia 6 de setembro.

Deputado Federal há 28 anos, Bolsonaro sempre foi do chamado “baixo clero” do Congresso Nacional – não tinha papel de liderança nos partidos políticos a que pertenceu, nunca assumiu cargos no governo federal ou posições de destaque na Câmara dos Deputados.

Mas se tornou nacionalmente conhecido ao longo dos anos por declarações polêmicas. Até o início campanha, alguns analistas políticos afirmavam que a candidatura do deputado federal poderia se “desidratar”, já que ele teria direito a apenas 8 segundos diários de propaganda eleitoral na TV. No entanto, o capitão reformado cresceu de forma continuada nas pesquisas, se consolidando no primeiro lugar já no primeiro turno.

A preferência de mais de 55% nas urnas se confirmou hoje na contagem dos votos, elegendo Jair Messias Bolsonaro o novo Presidente do Brasil. O atual presidente Michel Temer, informou que na segunda feira já iniciará os trabalhos de transição do governo para a posse do novo presidente em janeiro de 2019.

 

Leave a comment