O Pró-Brasil, a Febraban e o estudo sobre infraestrutura

O Sistema S e a Febraban se ofereceram recentemente a Rogério Marinho para bancar um estudo. O objetivo seria ensinar os caminhos a Paulo Guedes para tocar o Pró-Brasil sem furar o teto. Marinho deve recusar.

A respeito da nota, a Febraban enviou ao Radar o seguinte registro: “A Febabran é uma das apoiadoras de um estudo do PNUD-ONU sobre cadeias produtivas e infraestrutura. O PNUD-ONU entregará o estudo de cooperação técnica aos Ministérios do Desenvolvimento Regional, Agricultura, e Ciência e Tecnologia.

Em maio, o três ministérios apresentaram aos setores privados a ideia de um estudo da ONU (PNUD). Não há qualquer relação com o teto de gastos”.