Estado recebe R$ 75 milhões em investimentos no setor portuário

0
Crie o seu Negócio Próprio
O ministro dos Portos, Helder Barbalho, e o governador Paulo Hartung, anunciaram nesta segunda-feira (09) dois importantes projetos para a modernização do Complexo Portuário Capixaba. O primeiro é a autorização para retomada das obras de  dragagem e derrocagem do Porto de Vitória com investimento da ordem de R$ 15 milhões. o segundo é a instalação de um novo Terminal de Uso Privado no Complexo Portuário de Aracruz com investimentos que giram em torno de R$ 60 milhões.
investimento-setor-portuario2O anúncio oficial foi realizado no Salão Nobre do Palácio Anchieta, Cidade Alta, em Vitória. O evento contou com a presença de autoridades do seguimento Portuário e representantes das bancadas estadual e federal.  Após o evento, Helder Barbalho, Paulo Hartung e convidados visitaram as instalações da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) onde conheceram detalhes dos projetos.
 
investimento-setor-portuario3
A dragagem e derrocagem do Porto de Vitória será retomada após definição do 2º Termo de Aditivo do contrato junto ao consórcio responsável pelas obras, formado pelas empresas Dratec/ EtemarRohdeNielsen. Com as melhorias o Porto de Vitória deve aumentar a sua capacidade demovimentação de cargas na ordem de 40%. De acordo com o ministro Helder Barbalho, com o aprofundamento, o porto terá condições de operar com navios de maior calado, de até 12,5 metros. “Esse acréscimo de capacidade será possível porque a profundidade do acesso aquaviário do porto passará dos atuais 11 metros para 14 metros. Navios maiores significam mais carga, receitasempregos para o Espírito Santo e para o Brasil“, disse o ministro.
Segundo informações da Secretaria Nacional de Portos, as obras foram iniciadas em 2012, mas algumas características geológicas do terreno trouxeram dificuldades para sua realização. Mesmo assim, do total previsto, foram executados aproximadamente 42% de dragagem; mais de 80% da derrocagem e perto de 63% da remoção do material fragmentado. Com a assinatura do 2.º Termo Aditivo, o prazo de conclusão das obras será estendido de dezembro deste ano para o final de 2016 e terá um investimento adicional de R$ 15 milhões. O contrato original previa gastos de R$ 85,6 milhões, e com a atualização estabelecida pela legislação pertinente, o contrato passará para R$ 109 milhões.
O governador destacou que, depois de concluídas, as obras de dragagem e derrocagem do Porto de Vitória, além do aumento na capacidade de movimentação de cargas o Estado vai poder receber 70% dos navios que atualmente trafegam na Costa Brasileira. “Agora é tocar essa obra e terminar o mais rápido possível para podermos reaver algumas linhas marítimas que perdemos nos últimos anos por conta do assoreamento do canal de evolução do nosso terminal portuário. Sabemos que essa não é a solução total dos nossos problemas, pois precisamos de um novo terminal de movimentação de cargas gerais com maior profundidade. Por isso, estamos estimulando um conjunto de propostas privadas”, destacou o governador.
Informações técnicas
Canal de acesso atual
Comprimento 7.500 mts
Largura máxima 215 mts
Largura mínima 75 mts
Calado máximo 10,67
Navio Panamax
Terminal Privado Imetame
O segundo projeto anunciado é a instalação do novo Terminal de Uso Privado no Complexo Portuário de Aracruz, localizado no litoral Norte do Espírito Santo. O investimento será de responsabilidade da Imetame. O terminal vai ser destinado à montagem de equipamentos da indústria offshore, que serão transportados em embarcações do tipo AHTS (embarcação específica para operações offshore). O local terá um berço de atracação com 40 metros de comprimento, por onde serão realizadas as operações de descarregamento dos módulos. Estas operações serão feitas com o apoio de linhas de eixo ou com guindastes com capacidade de até 400 toneladas. As obras poderão ser iniciadas a partir da data de assinatura do Contrato de Adesão com prazo máximo de 3 anos para iniciar suas operações.
“A autorização deste terminal acompanha uma recém-conquista que tivemos junto à Secretaria Nacional de Portos que é a mudança da poligonal de Porto do Riacho, em Aracruz. É uma medida administrativa, mas que viabilizou a instalação deste terminal da Imetame e a ampliação do Porto da Fibria para a movimentação de celulose e outros tipos de cargas”, salientou Hartung.
Detalhes do Porto da Imetame
Fonte: Secom

 

Comece aqui a sua Carreira Digital de Sucesso

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA